Previous Next

União Espírita de Piracicaba recebe Alberto Almeida

A União Espírita de Piracicaba recebeu nos dias 25 e 26 de janeiro o expositor Dr. Alberto Almeida. Foi um final de semana que proporcionou aos dirigentes, voluntários e participantes da Casa, um grande aprendizado com os temas abordados pelo médico.
Durante o seminário ocorrido no dia 25, Almeida abordou o tema “Cuidando da Criança Interior”, assunto dedicado em uma de suas obras espíritas. O tema agradou ao público pela forma que foi tratado, proporcionando reflexões envolvendo a criança que habita em cada um e da necessidade de cuidar dos filhos pequenos, amando-os e educando-os. Salientando que a infância é um período que é possível refazer comportamentos, por mais que as atitudes da criança sejam inconvenientes, a intervenção do adulto deve ser acolhedora, para contribuir para a mudança de postura, sem cometer violência.
Na palestra  realizada no domingo, 26, o tema foi “Casa espírita, Escola de Almas”, Almeida resgatou o verdadeiro sentido da casa espírita e do trabalho dos dirigentes. “Penso que a casa espírita, tem o compromisso de revivescer o cristianismo primitivo tal como acontecia na Casa do Caminho, onde os apóstolos eram cristãos atendendo as pessoas que chegavam lado a lado, sem perder a verticalidade que o cristianismo lhes tinha oferecido quanto às aquisições  transformadoras na própria alma”, disse.
Segundo o palestrante, os dirigentes atualmente devem exercer as suas atividades de cuidado daqueles que frequentam a casa espírita de forma fraternal: “traçando diretrizes, que representam as Casas, que maternalmente significam um acolhimento emocional. Precisa para ser uma casa de cumpre interno e não de cumpre externo. Os dirigentes são hoje a manifestação dos cristãos primitivos que ficaram no tempo, que ficaram mais tarde esquecidos substituídos que foram por profissionais religiosos. O espiritismo não tem profissionalismo religioso,  ele propõe o cristianismo vivido na  relação de irmãos, portanto, na relação de fraternidade.”, destacou.
Sobre os meios de comunicação usados para difundir a doutrina espirita, Almeida foi enfático afirmando que esta tecnologia deve ser inserida nas casas. “Não podemos desprestigiar a tecnologia que hoje nos ofereceu a informática e a internet. Se Kardec estivesse encarnado ele usaria em prol do espiritismo. A forma como usamos é que faz a diferença. A casa espírita deve usar os recursos das mídias sociais e digitais de forma adequada usando o bom sendo”.
Alberto Almeida é médico clínico geral e homeopata, também é escritor de diversas obras espírita e fundador da instituição chamada Jardim das Oliveiras. Esta instituição atende famílias socialmente vulneráveis no bairro das Castanheiras, em Belém. De acordo com Alberto, a dificuldade de recursos para manter a instituição que tem uma  despesa mensal de R$ 90.000, pode ser suprida por contribuições de padrinhos e madrinhas ou por empresas solidárias.
Outra forma de poder contribuir com esta instituição, que atende atualmente 100 famílias em estado de vulnerabilidade social, é através do site www.jardineiro. net, que  é uma plataforma para as pessoas se associarem pagando um valor mensal de R$ 19,90. Além de ajudar, o associado poderá acessar todo o conteúdo sobre a Doutrina Espirita, de psicologia transpessoal, além de seminários, entrevistas e cursos.
Durante o final de semana em que o Alberto esteve na União Espírita ministrando as palestras, ocorreu simultaneamente a venda de livros de sua autoria e também de outros autores. Toda a renda arrecadada com as vendas dos livros foi revertida a instituição Jardim das Oliveiras.

© 2018 União Espírita de Piracicaba. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Neticom Brasil Agência de Marketing Digital