Cadastre-se em nosso boletim semanal

Nome:
Email:
Cadastre-se e receba as atualizações do site

Se você ama os seus familiares é hora urgente de mudar

“Quem ama de verdade  não se dá  nem o direito de errar” (pois os nossos erros atingem aqueles que amamos). Disse o mentor à mãe que queria auxiliar a filha:   - SE FICAR AFLITA NÃO TERÁ CONDIÇÕES DE AUXILIAR! Nenhuma doutrina explica com tantos detalhes  como o Espiritismo  o  alcance dos  nossos comportamentos.

O que faz os nossos pensamentos  para a  nossa vida e a vida dos outros? Quais os efeitos desses  pensamentos e de nossas atitudes em nosso dia a dia e no ambiente em que vivemos? (Kardec, A Gênese)  - “O pensamento ATUA sobre os fluidos  E   SE   TRANSMITE. Sendo    bom, SANEIA, e   mau, VICIA    OS   FLUIDOS AMBIENTES”.   

Nossa mente SEM VIGILÂNCIA  abre portas para receber todo tipo de  influência de encarnados e de Espíritos. ( Por isso Jesus disse “Vigiai e orai”). A mente  se abre, conforme o que pensamos,  para influenciar o meio em que vivemos e as pessoas a receber influências.  Assim, se dizemos que amamos os nossos familiares é hora de percebermos e mudarmos muitos comportamentos   não recomendáveis que temos, que  moram em nossos pensamentos. Um Pai que diz amar sua família, mas tem uma amante. Ele recebe influências espirituais  negativas por essa porta aberta na mente  e leva essas influências para dentro de sua casa. Assim, os familiares, se não são bem preparados espiritualmente sofrem ações psíquicas, em forma de VIBRAÇÕES  negativas e pensamentos de espíritos que acompanham  o Pai. Um familiar que tem negócios escusos, desonestos, pensa que fazendo isso fora de casa nada atinge seus entes queridos. Ledo engano, pois seu comportamento atrai espíritos levianos que têm afinidades com  esses atos negativos e o acompanham onde for inclusive em seu lar. E eles, estando ali, com certeza acabam fazendo algum tido de mal para seus entes queridos.

Um político que dá todo conforto para a família, mas é corrupto, está envolvido sempre com espíritos atrasados que o estimula a praticar mais e mais corrupção. Volta para casa com esses espíritos e eles sem dúvida acabam prejudicando o ambiente do lar. Muitas vezes estimulam os filhos a diversos vícios, para prejudicar o político ou usá-los como cobaias para seus próprios vícios, aumentando na família o grupo de seus subjugados.

Quando há na casa alguém mais espiritualizado, por exemplo, a esposa provoca todo tipo de atrito para o  lar ficar insuportável e tentar  provocar a separação do casal. Jesus exemplificou isso em Mateus 12:43-45 “Um espírito imundo  saiu por um tempo de junto de seu obsidiado e depois voltou e   o encontrou pior ainda que antes; e voltou para buscar mais sete espíritos atrasados para ali morar. 

Jesus disse,  e o estado do homem ficou pior do que antes.” Logicamente prejudicando mais  ainda sua família e seus empregados. ”  Temos um caso clássico da influência que o  Marido e Pai traz para dentro de casa.  Ricardo Baesso de Oliveira, de Juiz de Fora - MG,  nos conta uma história interessante e nos ensina as providências que devemos tomar. Na pequena cidade de Guarani, na zona da Mata Mineira, uma menina de cinco anos passou a vivenciar emoções estranhas. No cair da tarde, quando o pai retornava para casa, a pequena entrava em pânico, irritadiça, apontava para o genitor e punha-se a chorar copiosamente. Como o processo se prolongasse há semanas, a família buscou socorro no Centro Espírita da localidade. A orientação foi essa: -  oração em conjunto, culto no lar e vigilância nos atos e pensamentos.

Em poucas semanas a situação voltou ao normal. A explicação veio depois.  O pai, ao sair da agência bancária onde trabalhava, passava em um boteco para tomar cerveja com os amigos e então se dirigia para sua residência. Levava consigo alguns Espíritos vinculados àquele ambiente. A menina via e registrava àquelas companhias e entrava em pânico. As MODIFICAÇÕES operadas naquele lar criaram defesas espirituais e o fato nunca mais se repetiu.  E agora, se você ama mesmo os seus familiares, então é hora de mudar e depressa.

“Agora é o momento decisivo para fazer o bem. Amanhã, provavelmente... o amigo terá desaparecido, a dificuldade estará maior, a moléstia terá ficado mais grave”. (Emmanuel, no livro “Fonte Viva”, item 119, psicografia de Francisco C. Xavier.) Crescer espiritualmente é  a maior contribuição que alguém pode dar aos outros, pois, a partir dele, flui naturalmente algo  que ajuda aqueles que estão  à sua volta.

Curta e Compartilhe esse artigo no Facebook!