Cadastre-se em nosso boletim semanal

Nome:
Email:
Cadastre-se e receba as atualizações do site

Uma Nova Busca

No período de transição pelo qual está passando a Terra, que deixará de ser mundo de provas e expiações, ascendendo à categoria de mundo de regeneração, tudo o que diz respeito à vida planetária está sendo purificado e renovado, com vistas à nova humanidade que habitará a superfície do planeta.

A maioria dos seres humanos, devido ao primarismo que ainda predomina em seus interesses e aspirações, tem buscado ao longo dos milênios percorridos, aquilo que lhe atenda aos interesses egoístas e traga satisfação imediata. Em vista dos novos tempos que se anunciam, faz-se urgente uma mudança de perspectiva e atitude com relação aos anseios humanos.

É hora, ainda que tardiamente, do homem se despojar de tudo o que não mais lhe serve à caminhada evolutiva, e despertar para novo modo de viver, adaptando-se, desde já, à nova realidade planetária que está sendo implantada.

Mestres e Guias da Terra há muito vêm trabalhando no processo transformador do Planeta com vistas à sua ascensão na escala evolutiva. Estamos atualmente na fase de purificação global, em que tudo será renovado e curado, para que novo padrão de vida se estabeleça na superfície do nosso mundo. Impulsos à transformação estão sendo intensificados e aqueles que estão receptivos às novas energias confirmam a entrega à busca de vida plena de paz e harmonia.

As mudanças necessárias à transformação do planeta já estão em curso, e o homem pode integrar-se nesse processo de modo espontâneo, cooperando para tudo o que auxilie a melhoria da vida na Terra. Essa é uma nova busca, em que o ser deixa de lado interesses egoístas e ilusórios e procura verdadeiramente servir ao Plano Evolutivo com seus melhores recursos, obtendo satisfação não mais pelo que obtém, mais sim pelo bem que esteja fazendo.

Todos passam, em algum momento da jornada evolutiva, por essa mudança de valores, estabelecendo novo rumo à própria existência. Mudam-se os interesses e aspirações, alteram-se as prioridades, deixa-se de lado tudo o que é supérfluo e liberta-se de tudo o que dificulta a expressão livre do Espírito.

Quando se dá essa transformação, a busca de tudo o que satisfaça ao ego é substituída pela busca da autorrealização e do exercício do amor. Não se espera mais ser compreendido por aqueles que não despertaram para a realidade espiritual, nem se exige que os outros concordem com as decisões tomadas ou optem por seguir pelos mesmos caminhos.

O início da nova busca se dá essencialmente em solidão, pois o momento em que ocorre e o modo como se opera são individuais. Essa solidão não é isolamento, pois passa-se a servir com mais empenho ao bem comum, integrando-se aos movimentos e atividades transformadores do mundo. É apenas uma fase de reflexão e renovação de forças para o novo rumo que se imprimiu à própria vida.

Os seres humanos, que por tantas encarnações vêm buscando satisfações egoístas, vantagens pessoais, projeção social, riquezas materiais, poderes, têm no momento atual um grande desafio: transformar a si mesmos em buscadores da verdade, da sabedoria e do amor, única forma de se harmonizarem com o novo padrão de vida na Terra regenerada. Tal transformação interior só é possível com base na consciência desperta para princípios espirituais, os quais orientam, fortalecem e facilitam essa jornada.

A humanidade terrena se desviou tanto da harmonia com as Leis Divinas que somente uma vida completamente nova e transformada pode contribuir verdadeiramente com a Terra restaurada. Não é mais possível, usando as palavras do Mestre, “pôr remendo novo em pano velho”. Será necessário, para se viver no planeta regenerado, uma nova túnica, isto é, uma vestimenta (sistema energético) mais pura, que se expresse em  vida de sanidade e busca de santidade.

Não há mais tempo a perder nem energia a desperdiçar com o que é desnecessário e supérfluo à vida e prejudicial à libertação humana. A decisão de seguir no caminho da Luz deve ser clara e firme, para que as sugestões obscuras não impeçam nem dificultem a transformação interna. Muitos apelos inferiores, na forma de tentações, passam a assediar quem optou pela busca espiritual. Cada uma das tentações representa uma área obscura da personalidade que precisa ser trabalhada, pela conscientização e iluminação da mesma; é um chamado da natureza inferior ainda presente, e que precisa ser integrado pela consciência, sem julgamentos nem culpas, mas também sem complacência. Reflexão, vigilância e oração são indispensáveis para se firmar nos novos padrões de conduta.

Tudo o que a humanidade vem buscando e materializando ao longo de milênios não mais pode perdurar. Vivemos o momento crítico de escolha do nosso destino, individual e coletivo. Chegamos a um ponto de saturação e de seleção, em que os padrões antigos trariam muitas perturbações ao novo estado do planeta. Isso não mais será permitido pelo Alto. A parcela da humanidade que não aceitar se renovar será encaminhada a mundos compatíveis com seu nível de consciência e patrimônio espiritual.

A nova realidade que se estabelece quando a busca espiritual é verdadeira e definitiva se reflete em todos os aspectos da vida humana: novos valores, hábitos, mudança de estilo de vida, de atitudes, de conduta. Destacam-se as novas escolhas, quando o ser descarta muito do que até então era valorizado, e passa a escolher aquilo que era desprezado ou ignorado. Troca-se o ter pelo ser; o receber pelo doar; o ilusório pelo real; o desejo do ego pela vontade do Espírito; a dúvida pela fé; a treva pela luz.

A nova Terra, regenerada, será habitada por aqueles que definitivamente optaram pela Luz, pela submissão aos Sublimes Desígnios, pela entrega total da própria vida ao alegre cumprimento do seu papel no Plano Evolutivo, como servidores do Planeta e dos seres que aqui vivem. Eis a nova busca. Cabe a cada um a decisão de aderir a ela, edificando desde agora a própria felicidade.

Curta e Compartilhe esse artigo no Facebook!

Mais artigos deste autor